Fórmula 1

Alpine F1: Após fracasso no Bahrein, Equipe Anuncia Mudanças nos Departamentos Técnicos

Alpine F1

Em uma tentativa de mudar o curso ruim observado no Bahrein, a equipe BWT Alpine F1 anunciou uma significativa reestruturação dentro de seus times técnicos.

Desafios e Mudanças: Alpine F1 Anuncia Reformulação Técnica

Essa reformulação vem na sequência da renúncia de figuras-chave, incluindo o Diretor Técnico Matt Harman e o Chefe de Aerodinâmica Dirk de Beer, e em meio a uma série de resultados decepcionantes para a equipe.

A equipe, por meio de um comunicado divulgado por seu departamento de relações-públicas, revelou uma nova fase com três pilares para sua liderança técnica. Esta abordagem envolve a criação de três funções especializadas de Diretores Técnicos (Desempenho, Aerodinâmica e Engenharia). Essa nova estrutura substitui o arranjo anterior de ter um único Diretor Técnico supervisionando todos os aspectos.

Explicando a razão por trás dessas mudanças, o Diretor da Equipe, Bruno Famin, enfatizou a necessidade de uma nova estratégia organizacional para abordar as deficiências de desempenho da equipe. Famin expressou confiança nos recém-nomeados Diretores Técnicos – Joe Burnell, David Wheater e Ciaron Pilbeam – destacando sua experiência e potencial de colaboração na condução de melhorias de desempenho.

Alpine F1: Reflexos no Mercado e Estabilidade

As demissões de Harman e de Beer, que optaram por buscar novos desafios fora da Alpine, somam-se a uma série de recentes saídas dentro da liderança da equipe, levantando questões sobre estabilidade e continuidade. Pessoas no meio do automobilismo notam a alta rotatividade nos principais cargos de gestão da Alpine nos últimos oito meses. A equipe viu mudanças em funções-chave, incluindo CEO, Diretor da Equipe, Diretor Esportivo, Diretor de Corrida, Diretor Técnico, Diretor Técnico e Chefe de Aerodinâmica, ou seja: uma equipe totalmente reformulada para a temporada de 2024.

As mudanças organizacionais sinalizam a determinação da Alpine em se recuperar de seus recentes revezes, tentando salvar o relacionamento com seus , principalmente Pierre Gasly, que abertamente tem criticado a atuação de seu carro em 2024. A Alpine passa por esse período de transição, e agora basta ver como a nova estrutura de liderança se sairá em trazer melhorias de desempenho na pista.

Para mais atualizações e opiniões sobre a equipe Alpine F1 e o Campeonato Mundial de Fórmula 1, fique ligado no Território F1.

 

Capa: Alpine F1 / X

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *